Froy Gutierrez | BELLO Brasil Nº01

03 copy 2

Como diz um velho ditado : “Pedra que muito rola não cria limo”, sendo assim, podemos dizer que Froy Gutierrez é a pedra mais suave de todas. Tendo acabado de completar 19 anos, o ator de Teen Wolf acabou de despedir-se de seu personagem Nolan após o final da série, que aconteceu, no fim do outono. Ele recentemente se sentou com a BELLO, quando tivemos o prazer de saber de muitas coisas que ele tem feito em sua vida que é cercada de criatividade e muitas outras que estão acontecendo. Se ele não está ocupado com os livros enquanto estuda para se graduar em Economia, ele está em um avião indo de um lado para o outro do mundo. E é tudo impulsionado por essa sua paixão e curiosidade pela criatividade.

________

Quando Froy descobriu que ele tinha conseguido o papel de Nolan no Teen Wolf, os produtores não perderam tempo em colocá-lo para trabalhar. “Quando eu descobri que havia conseguido o papel , tive que estar , pronto, no set de flmagem menos de 24 horas depois da descoberta“. Ser lançado no universo de Teen Wolf tão rapidamente fez tudo parecer surreal. “Na verdade, quando soube, não pensei que fosse verdade. Justamente, por Teen Wolf ser parte do que estava na tv enquanto eu crescia. Todos os meus amigos assistiam! Então, era muito louco eu acreditar que eu faria parte disso!”.

Quando ele inicialmente leu os roteiros e filmou os primeiros episódios, ele teve sua própria idéia de quem era Nolan e o que o tornava marcante. Mas isso mudou quando ele começou a assistir os episódios. “Lembro-me quando vi pela primeira vez as primeiras filmagens. Meu personagem era muito violento. Ele corria por aí esfaqueando as pessoas e ele tinha aqueles olhos estranhos e insensíveis. Ele realmente estava no lado negro. Mas quando eu li os scripts, originalmente, não estava pensando nele como um vilão. Eu estava tão animado para mostrar aos fãs meu trabalho, que quando eu assisti, descobri que não era o que eu esperava. Eu sempre me aproximei do trabalho pensando em levar simpatia e sentimentalismo. Sempre que você interpreta um personagem, as pequenas coisas ficam imbuidas de uma importante relevância. Estou muito conectado ao meu personagem e posso dizer que acabei me apaixonando por ele”.

Sendo uma das experiências mais emocionantes e criativas de sua vida,  seu trabalho em Teen Wolf também trouxe um benefício adicional que passou a ser um dos aspectos mais significativos para Froy de estar no show – poder estar próximo aos fãs. “Tenho ido a algumas convenções e nossos fãs são tão apaixonados!É muito legal conhecê-los pessoalmente. Eles são tão fiéis e nada se compara com esse tipo de dedicação e amor. Eles são como uma comunidade, na qual se conhecem on-line, ou se encontram em convenções e, assim, formam novas amizades, e alguns deles até se apaixonam e acabam se relacionando. Eles também têm seu próprio mundo. Muitos deles escrevem histórias de ficção sobre os personagens, e fazem desenhos, também. É muito louco!

Os fãs do Teen Wolf são muito fiéis , então faz sentido que um um novo show envolvendo outros personagens dê certo. “Há muita conversa sobre esse spin-off de Teen Wolf. Eu acho que isso seria incrível porque tem muitos personagens lá que quase não são explorados . Tem tanta coisa para trabalhar… Mas, independente de qualquer coisa, fazer ou não o spin-off de Teen Wolf fica à critério dos criadosres. Eu sei que a MTV está planejando pelo menos um”.
Ser um galã, provavelmente, já estava escrito nas estrelas desde que Froy era mais novo , embora ele nem pensasse, que um dia,ele se tornaria um. “Eu não posso dizer já houve um momento na minha vida, onde eu decidi que eu iria me tornar um ator. Sempre foi tão mítico para mim… Sempre senti que isso estava tão fora do meu alcance enquanto crescia. Mesmo assim, ainda parece muito surreal “, diz ele.

“Crescendo, sempre me considerei um contador de histórias, não necessariamente um ator. Eu escrevia peças e as apresentava  na minha sala de estar e convidava minha família para assistir. Ou, então, na escola, pegava uma redação ou tarefa para escrever e eu  acabava  escrevendo quatro. Se tínhamos que fazer uma apresentação de algum trabalho, eu escrevia  tipo um romance, e meus amigos me diziam: ‘OK, Froy,’ chega! Já é o suficiente ‘[rindo]. E agora, com minha faculdade de Economia, estou sempre procurando formas de fazer algo usando a criatividade “.
Estar em um show de sucesso como Teen Wolf também vem com uma grande quantidade de viagens, que soam como música para os ouvidos de Froy, considerando o quanto as viagens significam para ele. “Eu acho que voei no ano passado mais do que se eu juntasse todas as viagens dos últimos seis anos. Tenho estado de um vôo ao outro , e assim , encontrei muitas maneiras de gerenciar o cansaço extremo e outros efeitos físicos que sinto após longos vôos e passando por diversos fusos horários.

Além disso, acabei de completar 19 anos, então eu ainda estou tornando-me um homem. Posso estar em um país um dia onde eu posso beber com meus amigos, e aí volto para a América onde ainda é ilegal para mim [rindo]. Quando eu era mais novo eu sempre imaginava que eu iria sair de Dallas Eu costumava pensar sempre que, se eu pudesse sair daqui e me mudar para outro lugar, eu seria uma pessoa mais feliz. Mas o que eu aprendi é que viagens e mudanças não solucionam problemas. A beleza das viagens fica em desfrutar e conhecer novas pessoas “.

Viagens também ajudam Froy, mas tudo com um objetivo. “Quanto mais eu viajo e expando minha vida – minha carreira e estudos e viagens – mais eu acabo olhando para dentro de mim. Eu poderia estar na França, por exemplo, e ver como eles priorizam as coisas de maneira diferente. Então eu iria para casa e me perguntaria : Eu realmente quero ficar obcecado com o último título da CNN?

Uma das viagens que Froy está ansioso para chegar será em abril. “Eu nunca estive no Brasil, mas eu vou fazer uma convenção lá, em abril. Não só vou conhecer o Brasil, mas também vou ficar perto de meus fãs brasileiros. Estou realmente animado para descobrir o que é o Brasil . Eu só quero andar por lá e absorver tudo que puder. “

Photographer/Fotógrafo: Arthur Galvao;

Grooming/Beleza: Joel Sebastian

Styling: Luke Funtecha

By Brent Lambert

If a rolling stone collects no moss, then Froy Gutierrez is the smoothest stone of all. Having just turned 19, the Teen Wolf actor just said goodbye to his character of Nolan after the show’s series finale earlier this fall, and he recently sat down with BELLO where we learned just how many things he has going on in his creative life right now. If he’s not busy hitting the books as he works toward getting his economics degree, he’s on a plane heading for the other side of the world. And it’s all driven by his life-long passionate curiosity for creative discovery. 
________
When Froy found out he got the role of Nolan on Teen Wolf, producers wasted no time in getting him to work. “I found out I got the part, and I had to be on set less than 24 hours later.” Being launched into the Teen Wolf universe so quickly added to the surreal nature of it all. “I didn’t actually think it was real at the time. It’s just because Teen Wolf had always been such a staple as I was growing up. All my friends watched it, so it was kind of surreal to be on it.”
When he initially read the scripts and filmed the first several episodes, he had his own idea of who Nolan was and what made him tick. But that all changed when he began to watch the episodes as they aired. “I remember when I first saw the first couple episodes. My character was very violent. He was running around stabbing people and he had these weird, bug-like eyes. He really was in the dark side. But when I read the scripts, I originally wasn’t thinking of him as a villain. I was so excited to show the fans my work, and when I watched it it wasn’t what I was expecting. I always approach my work from a place of sympathy and sentimentality. Whenever you play a character, little things become imbued with important relevance. I get very connected to my character and I kind of have to fall in love with the character. 
One of the most exciting creative experiences of his life, his time on Teen Wolf also came with an added benefit that has since become one of the most meaningful aspects for Froy of being on the show — being connected to the fans. “I’ve definitely been going to quite a few conventions. Our fans are so passionate, and it’s so cool to meet them in person. They’re so into it. There’s nothing that can prepare you for that kind of dedication and love. It’s such a rich community. They meet each other online, or at the conventions, and new friendships are formed, and some of them even fall in love. They have their own little world too. Many of them write fictional stories about the characters, and do artwork as well. It’s wild.”
The Teen Wolf fanbase is truly out of this world, so it makes sense that a spin-off would be in the works. “There’s so much talk of a Teen Wolf spinoff. I think it would be amazing to explore that world because there are so many characters in there that are untapped. There’s so much to work with. But at the end of the day, whether or not they do a spin-off is entirely up to the creators. I know MTV is definitely planning on one though.”
Being a hot TV star was likely written in the cards for Froy when he was younger, although he never really set out to become one. “I can’t say I’ve ever had a-ha moment in my life where I suddenly decided I was going to become an actor. It’s always been so mythological to me. It always felt so out of reach when I was growing up. Even now it feels so surreal,” he says. 
“Growing up I’ve always considered myself a storyteller, not necessarily an actor. I would organize plays in my living room and invite my family to come watch it. Or in school, I would get an assignment to write one essay and I’d end up writing four. If we had to do an oral presentation I’d basically write a novel, and my friends would tell me, ‘OK Froy, that’ enough’ [laughing]. And now with my economics education, I’m always looking for ways to squeeze in some creativity.”
Being on a hit show like Teen Wolf also comes with a great deal of travel duties, which is music to Froy’s ears, considering how much travel means to him. “I think I’ve flown this past year more than all the past six years combined. I’ve been on flight after flight, and found a lot of ways to manage jet lag. Also, I just turned 19 so I’m still becoming a man. I can be in a country one day where I can drink with my friends, then come home to America where it’s still illegal for me [laughing]. When I was younger I always envisioned that I’d break out of Dallas. I used to always think that if I could just get out of there and move somewhere else I’d be a happier person. But what I’ve learned is that traveling doesn’t fix your issues. The beauty of travel is that it’s all about enjoying and meeting new people.”
Travel also helps Froy but everything into perspective. “The more outward I expand in my life — my career and studies and travel — the more inwards I end up looking. I could be in France, for example, and see how they prioritize things differently. I will come home and wonder, do I really want to obsess over the latest CNN headline?”
One of the trips Froy is most looking forward to is coming up in April. “I’ve never been to Brazil, but I will be doing a convention there in April. Not only will I get to experience Brazil, but I’ll also get to be up-close with all the fans. I’m really excited to discover what Brazil is really like. I just want to walk and soak it all in.”

 

About The Author

Aleksandar Tomovic
Editor in Chief

French photographer (of Serbian Origins) lives and works in Los Angeles. Known for his celebrity fashion editorials and recognized around the world for his european esthetics and american efficiency.

Leave a Reply

Your email address will not be published.